sábado, 25 de maio de 2013

Inspiração do Antigo Testamento



A Inspiração do AT

Reivindicações do AT quanto à sua inspiração:
a.    O caráter profético do AT – os profetas eram chamados “homens de Deus” (1 Re 12.22). Era chamado também de “servo do Senhor” (1 Re 14.18).
b.    Os próprios escritores véterotestamentários reconheciam a inspiração divina sobre eles para escreverem os textos sagrados: "... Eu não era profeta, nem filho de profeta [...]. Mas o Senhor [...] me disse: Vai, profetiza ao meu povo Israel" (Am 7.14,15); "O Espírito do Senhor fala por mim, e a sua palavra está na minha boca" (2Sm 23.2); Moisés, o grande legislador e libertador de Israel, é denominado profeta (Dt 18.15; Os 12.13). Josué, sucessor de Moisés, era considerado profeta de Deus (Dt 34:9). Samuel, Natã e Gade foram profetas que escreveram (1Cr 29.29), da mesma forma que Isaías, Jeremias, Ezequiel e os doze profetas menores.
c.    “Assim diz o Senhor...” – expressão que ocorre em toda a Bíblia por 2.600 vezes e expressões similares como “Então falou Deus todas estas palavras..." (Êx 20.1) e "... o Senhor falou a Moisés..." (e.g., 1.1; 2.1; 4.1) ocorrem por 1000 vezes aproximadamente.

O Apoio do NT quanto à inspiração do AT
a.    Algumas vezes o NT se refere ao AT como “Escritura” que “é, de longe, o termo mais comum usado no Novo Testamento em referência ao Antigo. De acordo com Paulo, "Toda Escritura [Antigo Testamento] é inspirada por Deus" (2Tm 3.16). Disse Jesus: "A Escritura não pode ser anulada" (Jo 10.35). Com freqüência o Novo Testamento emprega o plural, Escrituras, para referir-se à coleção de escritos judaicos dotados de autoridade divina. Respondeu Jesus aos fariseus: "Nunca lestes nas Escrituras?" (Mt 21.42) e "Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus" (Mt 22.29). O apóstolo Paulo "discutiu com eles sobre as Escrituras" (At 17.2), e os crentes de Beréia examinavam "cada dia nas Escrituras" (At 17.11). Nessas e em muitas outras referências, o Novo Testamento reconhece que o Antigo Testamento como um todo são escritos inspirados por Deus.
b.    
    Palavra de Deus é outra expressão usada para se referir ao AT. Em Marcos 7.13, Jesus acusou os fariseus de invalidar "a palavra de Deus", e empregou a expressão como sinônimo de "Escrituras".
c.    
     A Lei e os Profetas ou Moisés e os Profetas é o segundo título mais aplicado pelo NT ao AT – Mt 5.17; 7.12; Lc 16.16; At 24.14 e 13.15.

Por Roney Ricardo (roneycozzer@hotmail.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário