quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Academicismo árido...

Deus nos guarde desse "academicismo" árido, seco, desumano, sem vida, que se compraz em tripudiar a confessionalidade alheia e que influencia pessoas a abandonarem suas igrejas em nome de uma "criticidade" que em grande medida é irresponsável. Vejo pessoas que em função de um "profundo conhecimento teológico" adquirido nessa e naquela instituição simplesmente tornam-se insuportáveis, cheios de ressentimentos, incapazes de conviver com as pessoas mais leigas e simples e passam a criticar tudo e todos em suas congregações. Conhecimento nem sempre é sinônimo de maturidade e erudição nem sempre é acompanhada de humanidade. O Evangelho é como a água: flui de e por lugares improváveis. A Academia não é o único lugar onde se pode de fato aferir valores e verdades importantes para nossa vivência, no dia a dia. As vezes aprendemos muito com alguém que foi "doutorado" pela vida e pelo serviço cristão. Experiência não se adquire lendo livros. Se adquire vivendo. Ei, "Doutor", tem coisas que o Lattes não faz por você...

Nenhum comentário:

Postar um comentário